Frágil vínculo de concreto

(Foto: Nicolas Sanchez) Catedral de Notre Dame, Paris.

(Foto: Nicolas Sanchez) Catedral de Notre Dame, Paris. Um belo vínculo de concreto.

A isso, soma-se a prática da oração e a prática cotidiana dessa Palavra, expressa em ser útil às pessoas, e no perdão e na comunhão, isto é, no “estar juntos”, para edificação mútua do Corpo de Cristo.

O aspecto comunitário do Corpo de Cristo não pode ser reduzido a simples participação coletiva num culto de adoração dentro de templos. Quanto a isto temos o seguinte no evangelho de Mateus:

“Portanto, se trouxeres a tua oferta ao altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeiro com teu irmão e, depois, vem e apresenta a tua oferta.” (Mateus 5:23-24).

Esse versículo traz uma situação de adoração que é a oferta entregue no altar. Veja que mesmo antes de adorar no altar, aquele, cujo irmão, tem alguma coisa contra ele, deve deixar ali diante do altar a oferta, reconciliar-se primeiro e, só depois, apresentar a oferta. Isto implica numa ordem singular, uma vez que, normalmente, adorar a Deus é considerado de elevada prioridade, mas nesse texto, primeiro a reconciliação, depois a adoração.

Com isso, Jesus faz saber que a reconciliação é tão importante que a adoração deve esperar, “porque a verdadeira adoração acontece quando as contas com os outros são acertadas”, como lembra Darrell Bock em seu livro Jesus Segundo as Escrituras. Assim, Deus coloca uma forte ênfase sobre uma comunidade genuína e saudável que transcende as paredes de um templo e vai além de vínculos de concreto.

Este é o vínculo agradável a Deus, o vínculo do amor, o vínculo da perfeição, e não uma mera ligação por meio de paredes ou tendas.

Com informações de JESUS SEGUNDO AS ESCRITURAS, de Darrell L. Bock. Shedd Publicações.

There are 10 comments

  1. Flavio Henrique

    Gostei disso aqui: **”A edificação pessoal vem do conhecimento da Palavra divinamente revelada junto da aceitação desta mesma Palavra como guia de conduta e pensamento.”** É isso q está em Mateus 7: “Aquele que ouve as minhas palavras mas não as pratica…”. Ouvir ou conhecer a Palavra Sagrada é só a PRIMEIRA metade do caminho. A outra metade é a obediência, ou seja, a prática dessa Palavra. Mto bom!

    Curtir

Seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s